Data atual:26 de janeiro de 2021

Nova Zelândia: Um pouco sobre

Publicidade:

Pequena e longínqua… De costa a costa, de ilha a ilha, a Nova Zelândia abrange em seu território muitas das paisagens mais pitorescas e fotogênicas do mundo. Todos que aqui vivem tem um oceano de cultura e natureza incomparáveis. Poucos são os que chamam esse paraíso quase intocado de lar. E menos ainda são os que podem explorar esse lugar remoto do outro lado do planeta.

PRIMEIROS INGLESES…

nova

Os primeiros ingleses na Nova Zelândia pensaram ter achado uma paisagem desolada e proibitiva, afinal de contas, uma montanha só era bonita se tivesse uma grama boa, e alimentasse as ovelhas. Mas séculos depois, os lagos cristalinos, florestas intocadas e montanhas que nos fazem perceber o quão pequenos somos, se tornariam o coração de um pequeno país que cativa qualquer um disposto a explorar suas nuances.

NORTE E SUL

Nova Zelândia: Um pouco sobre 22

A pequena nação de quase 5 milhões de habitantes se divide em duas grandes massas de terra, a Ilha do Norte e a do Sul, e uma infinidade de ilhas menores.

É um playground natural para os caçadores de emoções, fotógrafos e aventureiros, ou simplesmente aqueles que querem um contato mais íntimo com a natureza.

CIDADES PRINCIPAIS

Mas antes de conhecermos algumas das paisagens mais arrebatadoras do planeta, não podemos deixar de conhecer as suas principais cidades, que sustentam um dos países mais desenvolvidos do mundo.

Wellington, a capital, é compacta, culta e cheia de personalidade. Aninhada entre o porto e as colinas, a cidade oferece uma sensação aconchegante e privada.

Nova Zelândia: Um pouco sobre 23

Wind Welly, como é popularmente chamada, faz jus ao apelido. É a cidade mais ventosa do mundo, mas isso não impede os milhares de turistas que a escolhem como ponto de partida para explorar um lugar que tem muito a oferecer.

Nova Zelândia: Um pouco sobre 24

Auckland, a maior cidade, importa uma atmosfera mais moderna e cosmopolita, com arranha-céus que oferecem panoramas contrastantes de vulcões intimidadores, praias serenas e florestas temperadas.

Nova Zelândia: Um pouco sobre 25

Queenstown também é uma cidade com uma atmosfera artística utópica e um cenário vasto. Cercada por montanhas e situada às margens do Lago Wakatipu, a cidade traz muito a oferecer para quem gosta de combinar uma vida moderna com aventuras de todos os tipos.

Nova Zelândia: Um pouco sobre 26

São nessas principais cidades que a maior parte da população vive. E vive feliz.

Publicidade:

ÍNDICES

Nova Zelândia: Um pouco sobre 27

A Nova Zelândia está entre os 15 países com o melhor índice de desenvolvimento humano e é o segundo mais seguro do mundo. Mas não tem jeito. O que de melhor esse país todo banhado pelo Pacífico tem a oferecer vem direto da Mãe Natureza, de todas as formas possíveis. Poucos são os lugares onde, em um único dia, você pode experimentar vistas apaixonantes de vales, explorar florestas antigas, paisagens vulcânicas, geleiras e um litoral deslumbrante. Tudo junto e apertado em um território de apenas 270 mil quilômetros quadrados, que caberia no estado de Tocantins – e sobraria espaço.

FIORDLAND

Nova Zelândia: Um pouco sobre 28

Se você já se perguntou como é o fim do mundo e se ele pode ser um lugar lindo ou assustador, faça uma viagem até Fiordland. Esse canto remoto no sudoeste da Nova Zelândia é o lar de algumas das paisagens mais hostis e impressionantes do planeta. Esse lugar é surreal pela amplitude e escala de beleza. É genuinamente surpreendente.

Os 14 fiordes que nomeiam a região escondem em suas laterais incessantes cachoeiras que levam para o mar a água da chuva que se acumula em seus cumes. Completam a esbelta paisagem matas densas, geleiras e lagos alpinos. Sim, é difícil imaginar um lugar mais adequado para os aventureiros e amantes da natureza.

PRAIAS PRETAS

Nova Zelândia: Um pouco sobre 29

E como uma região vulcânica não poderia deixar de oferecer, a Nova Zelândia está repleta de melancólicas praias de areia preta.

Cercada por falésias escarpadas, Piha é a mais famosas delas, mas há muitas outras mais escondidas pelos cantos mais afastados do litoral.

PAISAGENS

Nova Zelândia: Um pouco sobre 30

O Parque Nacional de Tongariro envolve três vulcões ativos, e exibe uma das paisagens mais antagônicas da Nova Zelândia, como gêiseres, vales glaciais, antigos fluxos de lava, vegetação alpina e lagos brilhantes. Mas é do escuro de uma caverna que vem uma paisagem que parece mesmo sair de um conto
de fadas.

As grutas de Waitomo são o lar de uma infinidade de seres bioluminescentes, que irradiam uma
luz mágica inconfundível.

O Parque Nacional do Monte Cook abriga montanhas requintadas, incluindo as duas mais altas
do país, além de geleiras colossais. Embora o parque tenha 23 picos com mais de 3 mil metros de altura, é fácil explorá-lo. Estradas cênicas fornecem um caminho que dá acesso a mais uma abundância de incríveis paisagens montanhosas.

Longe das luzes da cidade, o olhar para as estrelas aqui é magnífico – um paraíso para quem ama astrofotografia. Rotorua tem tudo. Situada no Círculo de Fogo do Pacífico, a região é conhecida por suas piscinas de lama borbulhante, gêiseres explosivos e fontes termais.

E a que mais dá o que falar é a de Wai-O-Tapu. Uma coleção de gêiseres jorrando sem parar e piscinas coloridas convidam os viajantes a valorizar as obras-primas naturais que foram esculpidas em séculos – se não milênios – de atividade vulcânica.

Sim, de fato é difícil encontrar um lugar na Nova Zelândia que não vale a pena ser fotografado. Praticamente qualquer tipo de cenário pode ser encontrado aqui. Quase não há outro país com características geológicas tão diversas. Um mundo de conto de fadas em miniatura.

CONFIRA: CONHEÇA UM POUCO SOBRE A NORUEGA 

Publicidade:

Share