Data atual:27 de outubro de 2020

Efeitos Danosos através do 5G?

Publicidade:

Muito tem se ouvido falar da tecnologia 5G nos últimos meses, e, com isso, veio uma série de preocupações com o risco à saúde dessa rede nova e mais poderosa. Diversos sites e vídeos no YouTube dizem que o 5G está repleto de radiação que provoca efeitos danosos nos seres humanos. Alguns dizem que a nova rede de radiofrequência pode danificar o DNA e levar ao câncer, Causar danos oxidativos, envelhecimento prematuro, interromper o metabolismo celular, entre outras coisas. Parece preocupante, não é? Mas afinal de contas, o que é verdade ou mentira em meio a tantas informações controversas? Vamos esclarecer algumas coisas sobre essa nova tecnologia, e se de fato ela é perigosa ou não para a nossa saúde.

Efeitos Danosos através do 5G? 21

Antes de abordarmos os possíveis efeitos que o 5G traz para a saúde, primeiro precisamos entender o que ele é. O 5G já foi anunciado há alguns anos, mas só recentemente as operadoras iniciaram o processo de lançamento do novo padrão sem fio. Alguns países já vem implantando antenas, embora a disponibilidade generalizada ainda esteja a um ano ou mais de distância. Mesmo assim, a maioria das smartphones de última geração já vem preparados para essa nova tecnologia, como o Galaxy S10 e o Galaxy Fold da Samsung, bem como os modelos top de linha da LG, Huawei, Motorola, entre outros. O 5G oferece uma melhoria de pelo menos 10 vezes no desempenho da Internet. A última grande atualização da rede foi o 4G, que estreou em 2009, com uma velocidade de pico de cerca de 10 megabytes por segundo. Em comparação, o 5G está pronto para fornecer velocidades de pico entre 10 e 20 gigabytes por segundo. E a latência de rede cairá de 30 milissegundos para cerca de 1 milissegundo, ideal para streaming de jogos, transmissões e a Internet das Coisas, que prevê o 5G para conectar sensores, computadores e outros dispositivos com latência ultrabaixa. Até deve melhorar a evolução dos carros autônomos.

Efeitos Danosos através do 5G? 22

PUBLICIDADE

Assim como as tecnologias móveis anteriores, as redes 5G dependem de sinais transportados por ondas de rádio transmitidas entre uma antena e o seu telefone celular. O 5G usa ondas de frequência mais altas do que as redes móveis anteriores, permitindo que mais dispositivos tenham acesso à internet ao mesmo tempo e em uma velocidade mais rápida. Preocupações sobre o 5G são as mais recentes manchetes sobre os perigos da radiação eletromagnética. Controvérsias semelhantes não são novidade – o mesmo aconteceu com o lançamento do Wi-Fi. A hipersensibilidade eletromagnética, por exemplo, é uma doença hipotética na qual certas pessoas experimentam sintomas debilitantes na presença de radiação, como telefones celulares e Wi-Fi.

Efeitos Danosos através do 5G? 23

Mas, apesar de certas pessoas dizerem ter tal sensibilidade há pelo menos 30 anos, estudos científicos descobriram que essas pessoas não sabem dizer quando estão na presença de um campo eletromagnético, e a própria OMS recomenda a avaliação psicológica para esses casos, isto é, os sintomas são apenas psicológicos. Da mesma forma, décadas de estudos não encontraram nenhuma ligação entre telefones celulares e o câncer. Isso não impediu, no entanto, que cidades como São Francisco, nos Estados Unidos, criassem uma lei exigindo que as lojas exibissem a radiação emitida pelos aparelhos, o que implica na mente dos consumidores um risco. Importante mencionar que essa mesma lei foi derrubada em 2013.

Efeitos Danosos através do 5G? 24

CONTINUA… O quão perigosa é a radiação de radiofrequência?

Publicidade: